Recrutamento e Seleção

Gestores dão dicas de como aproveitar as novas possibilidades do anywhere office

Com as equipes trabalhando remotamente, o RH teve que adaptar seu modo de gestão, principalmente na hora da contratação

de Paolla Yoshie em 16 de setembro de 2021

Com o isolamento social, modelos como anywhere office, teletrabalho ou home office ganharam adeptos no mundo inteiro e mostram que o pós-pandemia será repleto de possibilidades. Com as equipes trabalhando remotamente, o RH teve que adaptar seu modo de gestão, principalmente na hora da contratação. Entre vantagens e desvantagens no modo de recrutamento, as empresas estão mais abertas a mudanças e adequações.

Para Andrea Zitune, Head de RH da Clicksign, esse novo formato traz benefícios tanto para o colaborador quanto para o empregador. “O recrutamento a distância permite que nós sejamos uma empresa cada vez mais diversa e plural, pois essa amplitude de possibilidades traz mais diversidade. Também ganhamos com praticidade e agilidade no processo, já que conseguimos entrar em contato com mais candidatos em um tempo muito menor”, explica. 

A contratação de talentos ganha mobilidade na hora de recrutar remotamente, possibilitando a admissão de candidatos de todo o Brasil ou do mundo inteiro. “Além disso, faz com que o nosso candidato não precise gastar seu tempo e dinheiro com a locomoção até o local, faz com que os processos sejam mais acessíveis”, reforça Andrea. 

Time descentralizado

“Nós temos colaboradores espalhados por todo o Brasil, também temos pessoas que moram na Europa. Uma de nossas colaboradoras mudou-se para Portugal após entrar na Clicksign, pois este é o tipo de liberdade e autonomia que damos para os Clicksigners”, reforça a Head de RH da empresa.

Assim como a Clicksign, do ramo de assinaturas eletrônicas, a Pitzi, do segmento de seguros para celulares e smartphones no Brasil, vem adequando sua gestão e equipe para trabalharem de forma remota. 

“Uma das maiores vantagens é, sem dúvida, o tempo que o funcionário ganha de locomoção. Em alguns casos, eles chegam a ganhar 4 horas em seu dia, o que antes era gasto no deslocamento. Esse tempo pode ser voltado para a melhoria de sua qualidade de vida”, diz Alberto Felippo, coordenador de People da Pitzi.

Dificuldades

Hoje, uma das dificuldades destacadas pela seguradora é a ergonomia dentro das casas ou nos espaços ocupados pelos colaboradores. “O principal fator é como fisicamente a pessoa está instalada, se ela possui um local adequado tanto para desempenhar melhor sua função quanto para a sua saúde”, avalia Felippo. 

Para a Clicksign os desafios vão desde encontrar esses profissionais até engajá-los tanto no processo, quanto no propósito da empresa, até no desenho de uma proposta que seja desafiadora para sua carreira e desenvolvimento. Para uma boa ação de recrutamento a distância é preciso estar atento aos detalhes. Confira dicas que podem te ajudar na hora da tomada de decisão:

1- Contratação clara

A contratação precisa ser executada de forma clara e simples e a entrada da pessoa na empresa feita com muita atenção e cuidado

2 – Cultura remota

Atente-se ao fato de que trabalho remoto não é apenas ‘trabalhar de casa’, é toda uma cultura que envolve processos de decisão, comunicação e adaptação de processos físicos ao 100% digital 

3- Longe dos estereótipos

Crie experiências: desde o processo seletivo ser mais objetivo, até o onboarding ser totalmente aplicado por alguém alinhado à cultura do híbrido  e não por uma área ou pessoa, que talvez esteja condicionada a vender uma imagem estereotipada da empresa

4- Para todos

Ações devem ser realizadas para todos, independentemente de onde moram. Então, se enviamos algo para um colaborador de SP, deve-se enviar o mesmo para qualquer outro estado. Além de trabalhar com logística para que todas as entregas cheguem juntas

5- Acolhimento 

Mostre direcionamento e acolha o novo colaborador. A ideia é que, durante o onboarding, ele possa sentir os valores do dia a dia e entender o que cada um deles significa na prática

6- Novos rituais

Não tente adaptar todos os rituais do mundo físico ao mundo remoto, mas crie coisas novas a partir do cenário em que nos encontramos. Testes técnicos em entrevistas, por exemplo, se fossem feitos de modo analógico, seriam quase impossíveis de gerenciar e corrigir, mas com o remoto isso foi possível 

7- Uso da tecnologia

Use a tecnologia a seu favor. O aprendizado é constante; siga testando novas ferramentas e formatos para fornecer ao colaborador uma ótima experiência

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail


-