Gestão

Transformação digital na prática dos hospitais

Com o auxílio luxuoso dos algoritmos, startup reduz as dores da gestão hospitalar e oferece agilidade na elaboração de escalas de trabalho, plantões e turnos

Passivos trabalhistas e falhas na comunicação, turnover e insatisfação do colaborador, alocação inadequada da força de trabalho, erros nos dados de pagamentos e, principalmente, tempo gasto com gestão. São muitos os problemas enfrentados no dia a dia do RH. Nesse caso, dos hospitais.

Segundo pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Informática em Saúde, apenas 25% dos hospitais brasileiros dispõem de tecnologia e sistemas de informação como recurso de trabalho.

A HRTech Escala nasceu em 2016, no Laboratório de Inovação do Hospital Albert Einstein, como um remédio para as dificuldades comuns aos gestores hospitalares. Em poucas palavras, o Escala é uma solução completa que possibilita transparência à gestão e agilidade na elaboração de escalas de trabalho, plantões e turnos.

Escala Plantões é ideal para gerenciar a alocação de trabalho baseado na demanda de profissionais liberais, autônomos e cooperados; e o Escala Jornadas realiza o gerenciamento de qualquer jornada de revezamento ou fixa, definida em contrato de trabalho.

A startup soluciona os problemas resultantes de métodos ineficazes de controle e planejamento, como o uso de papel, planilhas, lousas e até mesmo WhatsApp – modelos que podem gerar inúmeros prejuízos às empresas.

“A solução foi desenvolvida com os médicos que sofriam as dores da gestão de escalas. Passamos a ser procurados hospitais devido ao sucesso da implementação e vimos a oportunidade de expandir. Em 2018, começamos a automatizar diversas fases da organização da força de trabalho e ampliamos a nossa entrega para setores como transportes, varejo e limpeza”, conta o CEO Vinicius Lima.

Com a pandemia, as companhias evoluíram 20 anos em dias. Todos os setores da economia foram impactados e, assim, os departamentos tiverem que se adaptar para manter o time engajado, a operação rodando e ainda contratar de forma intensiva, em muitos casos.

Por meio de algoritmos, a plataforma gera a escala com melhor senso de justiça e verifica qualquer infração a regras trabalhistas, acordos coletivos ou regras da empresa.

Além disso, conta com um dashboard de dimensionamento diário do quadro assistencial, que leva em consideração taxa de ocupação para informar áreas com sub ou superdimensionamento.

“Nossa solução tira o fardo administrativo, orienta e ajuda os profissionais sobre o quanto seus funcionários estão trabalhando e se, de fato, as operações do dia a dia estão saudáveis”.

Com modelo de assinatura mensal/anual baseado no número de usuários contratados pelo cliente, a plataforma SaaS não necessita de qualquer instalação ou comprometimento das firmas contratantes com servidores e manutenção, já que a solução funciona na nuvem. Assim, integram com os principais programas ERP e soluções de ponto do mercado.

Disponível em plataforma da nuvem e em versão mobile na Apple Store e Google Pay, o Escala conta mais de 55 mil usuários e já impactou mais de 150 empresas, entre elas estão JSL, Amil, Luft, James Delivery, Unimed FESP e Hospital Santa Catarina.

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail


-