BlogaRH

Você sabia que é possível medir o nível de segurança psicológica de um time?

Confira os sete elementos fundamentais para criar um ambiente de trabalho psicologicamente seguro

de Patrícia Ansarah e Veruska Galvão em 4 de outubro de 2021

Para uma organização realmente se manter competitiva e permanecer saudável no atual mundo do trabalho que demanda por decisões rápidas em um contexto ágil, complexo, volátil e incerto, ela precisa inovar. E isso não tem a ver com simplesmente colocar os melhores talentos para trabalharem juntos, nem as pessoas mais motivadas.

É preciso criar ambientes onde qualquer pessoa se sinta segura em compartilhar o seu conhecimento, ideias e dúvidas, sem medo de retaliação. Isso é, um ambiente psicologicamente seguro, onde a prática destes 7 elementos fundamentais esteja presente como hábito de funcionamento do time:

  • Reagir a erros 

Os gestores e a equipe precisam aprender a reagir melhor quando um erro ou gafe é cometido por alguém do time, isso não pode se voltar contra a pessoa. Todos devem sentir que podem agir e falar abertamente, sem medo de serem colocados em uma situação constrangedora. 

  • Lidar com as questões 

Para que os colaboradores estejam aptos a apontar problemas e questões difíceis de trabalho, é preciso desenvolver um nível de confiança mútua para que todos saibam que podem dizer o que pensam e se sintam seguros para debater as questões.

  • Aceitar a diversidade 

É essencial que a cultura da diversidade seja desenvolvida de maneira ampla entre todos os membros da equipe, para que ninguém se sinta rejeitado por ser diferente ou por ter pontos de vista fora dos padrões pré-estabelecidos.

  • Assumir riscos 

Cultivar um ambiente seguro para que todos possam se arriscar sem serem julgados. Com isso, os colaboradores terão a certeza de que é seguro assumir riscos interpessoais sem sofrer retaliação.

  • Pedir ajuda 

É preciso ser fácil pedir ajuda para membros da equipe. Para isso, todos devem adotar uma cultura de aproximação, sendo acessíveis e solícitos.

  • Respeito mútuo 

A relação de respeito entre os indivíduos deve ser recíproca, ninguém pode minimizar o esforço do outro. Este é um elemento poderoso para a resolução de conflitos e para diálogos produtivos. 

  • Apreciação 

Os colaboradores devem perceber que suas habilidades são utilizadas e reconhecidas. Para tanto, as contribuições e os talentos de cada um devem ser valorizados pela equipe.

Já sabemos o quanto o nosso trabalho interdepende de outras pessoas. Os valores estão mudando e quase tudo que valorizamos na economia moderna é resultado de decisões ou ações coletivas, ou seja, de um trabalho de time.

Mas como saber se o time é psicologicamente seguro? O Instituto Internacional em Segurança Psicológica (IISP) utiliza um assessment para medir o nível de segurança psicológica por meio dos 7 elementos, em que são avaliadas as habilidades do time e as empresas conseguem perceber o quanto a equipe tem ou não segurança para falar abertamente, confiança nos colegas, abertura para pedir ajuda e aceitar novas ideias, entre outros.

Medindo o nível de segurança psicológica, conseguimos mensurar os indicadores dessa crença e elaborar soluções únicas de acordo com a necessidade de cada time. Tomar consciência dos indicadores, possibilita aos times e às organizações definirem estratégias que impulsionem resultados decorrentes de uma cultura do aprendizado, da inovação e de alta performance sustentável.

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail


Patrícia Ansarah e Veruska Galvão

Patrícia Ansarah é idealizadora e Chief Human Connector no Instituto Internacional em Segurança Psicológica. Veruska Galvão é Chief Human Connector no Instituto Internacional em Segurança Psicológica

-